Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Globo volta a ser emissora que mais recebe verba da Secom

Em 2019, foram R$ 11,7 milhões por meio de campanhas publicitárias; Em 2021, a quantia recebida pela emissora chegou a R$ 19,5 milhões
Globo volta a ser emissora que mais recebe verba da Secom
Reprodução/Tv Globo

Em 2021, a TV Globo voltou a ser a emissora que mais recebe recursos do governo por meio da Secom, segundo dados do Poder360. Foram R$ 19,5 milhões.

Quando Jair Bolsonaro assumiu, em 2019, a Globo caiu para a terceira posição no ranking, com R$ 11,7 milhões, ficando atrás de Record, com R$ 22,5 milhões, e SBT, com R$ 20,4 milhões.

Em 2020, a Secom começou a aumentar os repasses para a emissora da família Marinho. Foram R$ 16 milhões.

A mudança ocorreu depois da chegada de Fábio Faria ao Ministério das Comunicações, em junho de 2020. Ele foi obrigado a seguir uma determinação do TCU, segundo a qual a emissora líder em audiência deve receber mais recursos.

O levantamento analisou apenas os recursos programados pela Secom e não o total de investimentos em publicidade estatal federal das administrações direta e indireta. Com isso, ficam de fora, por exemplo, os gastos com propaganda realizados por Petrobras, bancos públicos e pagamentos dos próprios ministérios para campanhas específicas.

Mais notícias
TOPO