“Gol contra” de Bolsonaro pode atrasar vacina, diz secretário

“Gol contra” de Bolsonaro pode atrasar vacina, diz secretário
Foto: Adriano Machado/Crusoé

O secretário de Saúde de São Paulo, Jean Gorinchteyn, classificou como “gol contra” o boicote de Jair Bolsonaro à Coronavac, a vacina chinesa em testes no estado.

“Quando isso acontece, é como se tivéssemos um gol contra no primeiro tempo. Nós estamos indo ainda para o segundo, tem muito jogo pela frente”, disse à CNN.

Para o secretário, o impasse provocado pelo presidente pode atrasar a vacinação contra a Covid-19 no país.

“Isso [prazo] vai depender dessas discussões. Esse é o grande problema. Se nós não tivéssemos essas discussões em curso, era possível que já no início de janeiro nós estivéssemos iniciando esse esquema vacinal. Frente a todas essas adversidades, talvez nós tenhamos um atraso para iniciar essa vacinação.”

Leia mais: Quem acredita em “vacina do Doria” ou “vacina do Bolsonaro” precisa abrir os olhos.
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 158 comentários
TOPO