Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Google acusa Allan dos Santos de litigância de má-fé

Empresa afirma que o blogueiro bolsonarista "falseia a verdade para induzir percepções erradas no Poder Judiciário"
Google acusa Allan dos Santos de litigância de má-fé
Foto: Adriano Machado/Crusoé

O Google pede a condenação de Allan dos Santos por litigância de má-fé em uma batalha jurídica com o blogueiro bolsonarista, publica a Folha. De acordo com a multinacional, o dono do canal Terça Livre apresenta “postura deliberada e sistemática de falsear a verdade para induzir percepções erradas no Poder Judiciário e/ou se valer do processo para fins de agitação midiática”.

O pedido de condenação foi feito na última quinta-feira depois que os advogados de Allan acusaram o Google de descumprir decisão da Justiça de São Paulo quando tirou do ar o canal do Terça Livre no YouTube.

Segundo o Google, porém, o blogueiro omitiu que fora informado de que o motivo da exclusão havia sido a determinação de suspensão do canal por parte do STF.

Allan é investigado no Supremo em dois inquéritos: o que apura a divulgação de fake news e ataques a integrantes da Corte e também no que identificou a atuação de uma milícia digital que trabalha contra a democracia e as instituições no país.

O ministro Alexandre de Moraes ordenou a prisão preventiva e a extradição do blogueiro, que mora nos Estados Unidos desde o ano passado.

Como mostramos, Allan  também corre risco de deportação, uma vez que está ilegalmente nos EUA desde fevereiro.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....