Governador e senador de PE na Lava Jato

Inquérito sigiloso que corre no STF apura o envolvimento do governador Paulo Câmara, do prefeito de Recife, Geraldo Júlio, do senador Fernando Bezerra e do deputado Tadeu Alencar em esquema de superfaturamento da Arena Pernambuco, construída pela Odebrecht, informa a IstoÉ.

Para Rodrigo Janot, operavam dois núcleos: “Um econômico, formado por Andrade Gutierrez e Odebrecht, além de outras empresas; e um político, composto pelos então integrantes do Comitê Gestor de Parcerias Público-Privadas do Estado de Pernambuco”.

Os quatro políticos eram membros do comitê.

Faça o primeiro comentário