Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Governistas monitoram 'pauta-bomba' sobre salário mínimo

Como registramos há pouco aqui, a Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado adiou a votação de um projeto de autoria do senador Eduardo Braga, líder do MDB, sobre o salário mínimo.

Mas só o fato de a proposta ter sido pautada foi suficiente para acender o alerta em governistas.

Parlamentares aliados a Jair Bolsonaro acreditam que o projeto em questão poderá ser usado como “chantagem” e em contrapartida a eventual manutenção dos vetos do presidente da República à lei orçamentária.

O projeto de Braga prevê que o salário mínimo será reajustado com base não apenas na inflação, mas também no crescimento do PIB per capita. A medida, que, claro, aumentaria as despesas públicas, é uma das pautas-bomba mais temidas pela equipe econômica.

A seguinte mensagem foi disparada, ainda ontem à noite, em grupos de deputados bolsonaristas:

“O impacto para o governo seria de bilhões. Para cada um real de aumento no salário mínimo, o governo aumentaria sua despesa em R$ 330 milhões. O projeto é terminativo, portanto, [se aprovado na CAE] não iria ao Plenário. Apesar desse nome bonito de ‘política de valorização do salário mínimo’, o que se pretende é estourar de vez as contas do governo do presidente Jair Bolsonaro.”

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO