Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Governistas querem ouvir defensores de 'tratamento precoce' na CPI da Covid

Governistas querem ouvir defensores de tratamento precoce na CPI da Covid
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Para tentar justificar ações de Jair Bolsonaro na pandemia, governistas apresentaram à CPI da Covid requerimentos para ouvir especialistas que defendem o “tratamento precoce” —aquele que não existe— e medicamentos sem eficácia comprovada contra o novo coronavírus, informa O Globo.

Ciro Nogueira, aliado do Planalto, já apresentou um requerimento para ouvir a imunologista Nise Yamaguchi, notória por defender o uso da cloroquina contra a Covid e que chegou a ser cotada para assumir a saúde no ano passado.

Nogueira também quer ouvir o prefeito de Chapecó (SC), João Rodrigues, a quem Bolsonaro visitou no início de abril justamente para reforçar o discurso sobre o “tratamento precoce” —a cidade teve alta de 435% nas mortes pela doença.

Outro senador ligado ao governo, o suplente Luis Carlos Heinze, quer ouvir especialistas sobre “evidências científicas que comprovam a eficácia do tratamento precoce”.

A lista inclui o endocrinologista Flávio Cadegiani, desenvolvedor da metodologia usada pelo Ministério da Saúde no aplicativo TrateCov —aquele que sugeria usar cloroquina contra basicamente tudo e foi tirado do ar pela própria pasta.

Os requerimentos, porém, dependem da aprovação da maioria da CPI —e os governistas estão em minoria, com 4 dos 11 membros titulares.

Leia mais: Assine a Crusoé, a revista que não tem medo de apontar os verdadeiros culpados pelas mazelas brasileiras.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO