Governo aumenta ‘fundão eleitoral’

O governo federal enviou ao Congresso a proposta de Lei Orçamentária Anual (LOA) para 2020 com aumento do chamado “fundão eleitoral” de 1,7 bilhão de reais para 2,5 bilhões.

O deputado Felipe Francischini, do PSL de Jair Bolsonaro, disse que neste ano há uma “excepcionalidade” para o aumento, “que é o fato de a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) ainda não ter sido aprovada pelo Congresso”.

“A LOA é feita com base na LDO. Sem a aprovação da LDO, é claro que O PROJETO DE LOA vem com distorções. É uma questão muito técnica. Vamos aguardar a aprovação da LDO e o posicionamento do Governo.”

Como registramos nesta semana, o texto da LDO que deveria ter sido apreciado até o fim do primeiro semestre aumentaria o fundo para 3,7 bilhões de reais no ano que vem. Depois de acordo com parlamentares, o governo decidiu “baixar” o valor para 2,5 bilhões. Na prática, continua sendo uma quantia maior do que a proposta de 1,7 bilhão de reais enviada pelo governo inicialmente.

Comentários

  • Angela -

    A forma do conteúdo deu uma notícia mentirosa! O Congresso definiu esse valor e o Executivo colocou no Orçamento, caso seja aprovado, para cumprir a Lei de Responsabilidade Fiscal. Tão entendennnn

  • Marga -

    Essa gente não tem limites, temos que protestar, onde já se viu, esse governo alega não ter dinheiro pra nada mas dá aumento para os de sempre. A B S U R D O.

  • Veronica -

    Fakenews dos Antas! Governo não teve a iniciativa apenas cumpre a lei. Vcs pensam que o leitor é trouxa?

Ler 176 comentários