Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Governo avalia demitir presidente do Banco do Nordeste por suspeita de fraudes

O governo avalia exonerar Alexandre Borges Cabral, empossado na terça-feira (2) presidente do Banco do Nordeste, informa o Globo.

Cabral foi indicado pelo PL, partido de Valdemar Costa Neto. Com a possível exoneração, o Partido Liberal poderá escolher outro aliado para o cargo.

A demissão de Alexandre Cabral passou a ser cogitada após a revelação de que o TCU investiga suspeitas de irregularidades em contratações da Casa da Moeda, em 2018, quando Cabral presidia o órgão.

A apuração do TCU aponta que as fraudes começaram em 2005 e foram até 2019. É investigado o direcionamento de licitações para as empresas Sicpa e Ceptis em valores que podem chegar a R$ 11 bilhões.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO