Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Governo avalia prorrogar coronavoucher até dezembro

Governo avalia prorrogar coronavoucher até dezembro
O ministro da Economia, Paulo Guedes anuncia medidas para reduzir burocracia, custos e tempo em processos de marcas e patentes.

O Ministério da Economia avalia estender o coronavoucher até dezembro.

O Antagonista apurou que ainda não há definição de valores. Em reuniões, Paulo Guedes tem defendido que o auxílio emergencial caia de R$ 600 para R$ 200.

A prorrogação do benefício é uma tentativa do governo de emendar o auxílio emergencial ao Renda Brasil, que unificará programas sociais.

As mudanças no auxílio emergencial, no entanto, precisam ser aprovadas pelo Congresso.

Na proposta original, o coronavoucher seria uma renda básica emergencial de apenas três meses. O auxílio foi prorrogado por mais dois meses, com término em agosto.

Com as cinco parcelas, o auxílio emergencial custa R$ 254 bilhões aos cofres públicos.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO