Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Governo brasileiro ignorou 81 tentativas de contato da Pfizer, diz Randolfe

Segundo o vice-presidente da CPI, o primeiro alerta da Pfizer ocorreu no dia 17 de março do ano passado
Governo brasileiro ignorou 81 tentativas de contato da Pfizer, diz Randolfe
Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

O vice-presidente da CPI da Covid, Randolfe Rodrigues, afirmou há pouco à CPI da Covid que o governo federal ignorou 81 correspondências da Pfizer para tratar sobre a aquisição de vacinas contra o novo coronavírus. Destas tentativas de contato, 53 foram por e-mails.

Segundo Randolfe, o primeiro alerta da Pfizer ocorreu no dia 17 de março do ano passado. Depois, a empresa tentou vários contatos com o governo federal. Todos sem sucesso. “Esse governo deve ter uma incompatibilidade séria com um computador. Enquanto esse tipo de material sai do sistema, vidas estão sendo perdidas”, ironizou Rodrigues, durante o depoimento do ex-secretário Executivo do Ministério da Saúde Elcio Franco.

“Em agosto, eles nos apresentaram o primeiro memorando de entendimento e ele tinha as cláusulas que falamos. Nesse primeiro memorando, eles já afirmavam que não garantiam o sucesso do desenvolvimento da vacina”, justificou Franco.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO