ACESSE

Governo busca delação da Camargo Corrêa

Telegram

O governo busca autorização do Supremo Tribunal Federal para ter acesso à delação premiada da Camargo Corrêa. A ideia é conseguir o compartilhamento do acordo para tomar medidas na área cível e administrativa, como ações de improbidade.

O acordo segue em sigilo. Um dos focos do governo é analisar as supostas ações de corrupção na construção da Usina Hidrelétrica de Belo Monte.

Em delação, o Luiz Carlos Martins, ex-Diretor da Área de Energia da Camargo afirmou que as empreiteiras, lideradas pela Andrade Gutierrez S.A., fecharam compromisso político de realizar pagamentos indevidos ao PT e MDB e, ainda, em momento posterior, a Delfim Netto, ex-Ministro de Estado da Fazenda , contando com o auxílio de Antônio Palocci, na qualidade de interlocutor do Governo Federal à época.

A investigação desses fatos está na Justiça Federal do Paraná.

 

Foto: EBC

Leia também: "A estupidez polarizada que assola o Brasil".

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 6 comentários