Governo cede em contrapartidas dos estados

Como era previsto, o governo Michel Temer cedeu à pressão dos governadores e servidores públicos contra as contrapartidas previstas no texto original da lei de renegociação da dívida dos estados com a União.

O novo texto, que está sendo costurado com líderes da base, estabelece um teto (IPCA) para a concessão de aumentos e reajustes salariais. A sugestão foi de Rodrigo Maia.

É uma enganação.

Faça o primeiro comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200