ACESSE

Governo comemora 'índice de óbitos por milhão'

Telegram

No dia em que o Brasil atingiu a marca de 100 mil mortes por Covid-19, a Secom publicou uma série de postagens sobre ações do governo durante a pandemia.

Em resposta ao tuíte de Sergio Moro sobre a trágica marca atingida hoje, a secretaria de comunicação afirmou que “cada vida importa”.

“Todas as vidas importam. Lamentamos cada uma das vítimas da Covid-19, e de todas as outras doenças.”

A Secom ainda comemorou o número de recuperados pela doença:

“São muitos os números que merecem ser divulgados: quase 3 milhões de vidas salvas ou em recuperação – um dos menores índices de óbitos por milhão entre grandes nações – um dos países que mais recupera infectados, sempre com índice de recuperação acima dos 95%.

Segundo a Universidade de Oxford, porém, o Brasil está em 10º lugar no mundo entre os países com o maior número de mortes por milhão: 468,44 por milhão de habitantes.

Já de acordo com a Johns Hopkins, o Brasil é o 11º país com a pior taxa de mortalidade do mundo: 47,5 por 100 mil habitantes.

Leia mais: Sócios no desastre: a responsabilidade dos governadores na pandemia. Clique aqui para ler mais

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 268 comentários