Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Governo da Paraíba agora diz que "não tem interesse" em comprar hospital da família de Queiroga

Governo da Paraíba agora diz que “não tem interesse” em comprar hospital da família de Queiroga
Reprodução

A Secretaria da Saúde da Paraíba soltou nota em que nega interesse na compra do Hospital Santa Paula, que pertence à família do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga. Como O Antagonista revelou ontem, o local foi reativado depois de oito anos e reformado com recursos públicos para atendimento a pacientes de Covid.

Depois da modernização das instalações, o hospital foi anunciado numa imobiliária de São Paulo pelo valor de R$ 47 milhões. Após a posse de Queiroga como ministro, o anúncio foi retirado do ar.

No comunicado divulgado hoje, o Governo da Paraíba reforça que não foi ofertado o prédio para compra, tampouco tem interesse em sua aquisição, uma vez que iremos construir o Hospital da Mulher, que será a maior e mais ampla unidade hospitalar materno-infantil do estado”.

Corretores ouvidos pela reportagem, porém, disseram que o imóvel estava em negociação com o governador João Azevedo e o secretário de Saúde, Geraldo Medeiros. 

Em julho do ano passado, após o governo assinar o contrato de locação do Santa Paula, Azevedo disse que o hospital abrigaria a Maternidade Frei Damião até a construção do Hospital da Mulher.

“Por isso nós anunciamos a unidade 2 da Maternidade Frei Damião que é o Hospital Santa Paula. Nós vamos transferir, passada a pandemia, tudo o que estiver no Hospital Frei Damião para esse hospital Santa Paula para derrubar aquele prédio e construir um novo, digno para atender a uma maternidade de alta resolução aqui na Paraíba”, disse.

Ainda na nota oficial, a Secretaria de Saúde ressalta “que também não teria como prever que o genro da proprietária do imóvel assumiria o cargo de Ministro da Saúde, 10 meses após a locação do imóvel”.

Em seu depoimento à CPI, Queiroga disse também que não tem qualquer vínculo com o “hospital de seu sogro”, do qual já foi diretor.

Como O Antagonista mostrou, o contrato de locação do Santa Paula com o governo da Paraíba foi firmado por Maria do Socorro Teotônio Araújo da Cunha Lima, cunhada de Queiroga e casada com um de seus sócios numa clínica de diagnóstico conveniada da Unimed Pernambuco. Os sogros do ministro já faleceram e ela cuida do espólio. A eventual venda do hospital reformado, seja para o governo ou para a iniciativa privada, beneficiará os herdeiros.

 

Leia mais: Assine a Crusoé, a publicação que fiscaliza TODOS os poderes da República.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO