Governo de Goiás diz que não foi consultado sobre retardante de fogo na Chapada

Governo de Goiás diz que não foi consultado sobre retardante de fogo na Chapada
O Ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, fala à imprensa, após reunião com os integrantes do Centro de Operações - Agência Brasil

O governo de Goiás informou nesta terça-feira (13) que não foi consultado sobre o uso do produto químico para combater queimadas na Chapada dos Veadeiros.

Em vídeo, o ministro Ricardo Salles disse que o retardante químico foi usado junto com a água despejada pelos aviões.

“O Governo de Goiás, por meio de Secretaria Estadual do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), informa que não há nenhuma regulamentação sobre o referido produto químico em Goiás; que não foi consultado sobre sua utilização; e que não é autorizado o uso do mesmo dentro da Área de Proteção Ambiental do Pouso Alto, de gestão sob responsabilidade do governo goiano”, diz a nota.

Leia também:

Produto usado na Chapada contra fogo impede consumo de água

Salles defende uso de retardante de fogo

Leia mais: Sucessão no STF: a imagem do escolhido por Bolsonaro derrete
Mais notícias
TOPO