ACESSE

Governo do DF diz que não vai demitir servidores alvos de operação

Telegram

A Secretaria de Saúde do DF afirmou há pouco que não irá demitir os servidores que foram alvos de operação do Ministério Público do DF, que investiga fraude na compra de testes para Covid-19 que dão falso negativo.

“Quanto aos servidores alvos da ação, a Secretaria de Saúde informa que são profissionais que contam com toda confiança da pasta, farão suas defesas e continuarão exercendo suas funções, porque não há nada que desabone suas condutas, até o momento”, disse, em nota.

Como mostramos, entre os alvos da operação estão o subsecretário de Administração Geral da Secretaria de Saúde do DF, Iohan Andrade Struck, e o diretor do Laboratório Central do DF, Jorge Antônio Chamon Júnior.

 

 

Leia mais: A estratégia de Bolsonaro para chegar ao fim do mandato

Comentários

  • Dalila -

    Que conduta tanto dos funcionários quanto do governador, voltamos a estaca zero os Corruptos estão em alta.

  • Edelson -

    MUITA EXCULHAMBACAO IBANEIS!!!

  • Odair -

    Picareta!

Ler 19 comentários