Governo do Rio vai gastar 10 milhões para criar 'app do coronavírus'

Telegram

O governo do Rio de Janeiro, por meio da Fundação de Amparo e Pesquisa (Faperj), resolveu desenvolver um aplicativo para fornecer à população “informações a respeito do combate à pandemia do coronavírus”.

A “ferramenta tecnológica” vai custar ao contribuinte nada menos que R$ 10 milhões. O dinheiro vai sair dos cofres da Faperj, que firmou dias atrás um acordo com a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação.

O presidente da Faperj é Jerson Lima, indicado para o cargo pelo secretário Leo Rodrigues (PSL), segundo suplente de Flávio Bolsonaro, com o aval do Wilson Witzel.

Leia também: Covid-19: Mandetta vence uma batalha. Vencerá a guerra?

Comentários

  • Mario -

    Isso aí não é contrato, nem licitação, nem edital. Mas o anta do jornaleco quer causar 🤣🤣🤣

  • Maurício -

    Tribunal de contas, nele !

  • Fátima -

    Dinheiro para pagar o funcionalismo publico não tem, né? Querem que o Governo cubra a lambança que estão fazendo nos Estados, pois vão cair do cavalo e quero ver no que isso vai dar.

Ler 72 comentários