Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Governo empenha 3 bilhões em emendas secretas em outubro

Empenho ocorreu às vésperas das votações das PECs da Vingança e dos Precatórios; segundo a ONG Contas Abertas, no fim de outubro foram 900 milhões
Governo empenha 3 bilhões em emendas secretas em outubro
Foto: Alan Santos/PR

Às vésperas das votações da PEC da Vingança e dos Precatórios, o governo empenhou R$ 2,95 bilhões das chamadas emendas de relator (RP-9). Só nos dias 28 e 29 de outubro, foram R$ 909,7 milhões. O levantamento é da ONG Contas Abertas.

O Antagonista vem denunciando as articulações do Palácio do Planalto com o comando da Câmara para a compra de apoio parlamentar, por meio das “emendas secretas”.

No caso da PEC da Vingança, a proposta foi rejeitada, mas Arthur Lira não desistiu de recolocá-la em pauta. No caso dos precatórios, o texto foi aprovado em primeiro turno. Na terça-feira que vem, será realizado o segundo turno.

Uma PEC precisa de, no mínimo, 307 votos. A PEC dos Precatórios, que turbina a reeleição de Jair Bolsonaro com pedalada fiscal e fura-teto, teve 312 votos. Lira promete ampliar essa vantagem.

Para Gil Castello Branco, fundador da Contas Abertas, “as emendas de relator constituem o mais promíscuo instrumento, das últimas décadas, na barganha política entre o Legislativo e o Executivo”.

“Trata-se de um mensalão oficial. As emendas são imorais e inconstitucionais.”

emendas do relator

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....