Governo federal admite ao STF que reforma agrária está parada

Governo federal admite ao STF que reforma agrária está parada
Foto: Alan Santos/PR

Em manifestação encaminhada ao STF, a cúpula do Incra admitiu que o governo Jair Bolsonaro não emitiu decretos de desapropriação para reforma agrária e que o orçamento para a compra de terras foi o menor desde 2011.

De acordo com a Folha, em documento assinado pelo presidente do órgão, Geraldo Melo Filho, e mais quatro diretores da instituição, o Incra afirma que foram destinados, em 2020, apenas R$ 12 milhões para a aquisição de terras para assentamento de famílias. No primeiro ano do governo Bolsonaro, foram R$ 23 milhões e em 2018, R$ 29 milhões.

Leia mais: Assine a Crusoé e apoie a o jornalismo independente.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO