Governo manda recado ao Judiciário ao limitar férias de servidores a 30 dias

A PEC da reforma administrativa apresentada nesta quinta-feira, 3, proíbe expressamente a concessão de férias com períodos superiores a 30 dias e veda a aposentadoria compulsória como modalidade de punição.

No Executivo, essas medidas não têm efeito prático; a inclusão dos dispositivos na PEC foi vista como uma forma de constranger Judiciário e Ministério Público a acabarem com privilégios de juízes, procuradores e promotores.

LEIA AQUI a reportagem de Helena Mader na Crusoé.

Leia mais: CENSURA À IMPRENSA: O EXEMPLO QUE VEM DO SUPREMO
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 35 comentários
TOPO