Governo pede para STF retirar de pauta ações que tratam da tabela do frete

A Advocacia-Geral da União pediu que o Supremo Tribunal Federal retire da pauta de julgamentos da próxima semana as ações que questionam a legalidade da tabela do frete. O governo justificou que busca uma nova conciliação e pediu que o tribunal marque uma audiência para tratar da questão.

“O Advogado-Geral da União requer a designação de audiência, como última tentativa de buscar-se a conciliação no âmbito desta Suprema Corte, seguindo na linha das providências que já vem adotando esse Ministro Relator no sentido de priorizar “(…)as vias amigáveis de diálogo para a solução das questões sociais subjacentes ao julgamento da causa, inclusive com a realização de audiências com as partes interessadas e também de audiência pública”, escreveu o ministro André Mendonça.

O recado do STF ao governo sobre a tabela do frete dos caminhoneiros

Comentários

  • Maurício -

    Bolsonaro tá enrolando os caminhoneiros. Morre de medo de perder o apoio da categoria. É um cagalhão. Não decide nada.

  • José -

    Que governo fraco refém de caminhoneiros autônomos.

Ler 3 comentários