GOVERNO PREPARA A VOLTA DO IMPOSTO SINDICAL

O governo bateu o martelo: vai propor mesmo a volta do imposto sindical, sob outro nome — como se tirar a palavra “imposto” do nome mudasse o fato de praticamente ser um roubo institucionalizado.

O texto foi elaborado por membros do Grupo de Altos Estudos do Trabalho, ligado ao Ministério da Economia e sob a batuta de Rogério Marinho. Será uma PEC, acompanhada de projeto de lei para alterações legislativas infraconstitucionais.

O deputado Marcelo Ramos, do PL do Amazonas, já havia apresentado uma proposta de emenda à Constituição que institui a volta do imposto sindical e prevê a criação de um Conselho Nacional de Organização Sindical. Embora cause arrepios no governo, não está descartado um acordo para apensar uma na outra. O Antagonista apurou com integrantes do governo que Rogério Marinho ficou de conversar com Rodrigo Maia sobre essa possibilidade e também a de indicar o relator para a PEC.

O sindicalismo de resultados, pelo jeito, ganhou a parada.

Comentários

  • Fernando -

    Após o vergonhoso recuo do ministro Paulo Guedes de intentar dar uma "facada" no Sistema S, tudo o mais a respeito do retorno do espúrio imposto sindical deixa de ser novidade. Poltrões à solta...

  • Cláudia -

    Grandessíssima MENTIRA. Vocês não têm vergonha?

  • Angela -

    Imoral! Revoltante!

Ler 571 comentários