Governo prepara farra com FGTS

Nelson Barbosa encontrou no FGTS um pote de ouro. Em Davos, na semana passada, insistiu na ideia de usar o dinheiro do fundo de garantia do trabalhador para o governo tocar obras.

Hoje, a Folha diz que as regras do FI-FGTS serão flexibilizadas, permitindo que empresas obtenham linhas de crédito antes mesmo de vencer leilões ou concessões do governo.

São R$ 25 bilhões para fazer a alegria dos empresários amigos.

Faça o primeiro comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200