Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Governo proíbe exportação de agulhas, seringas e diluentes de vacina

Proibição da venda para o exterior de insumos essenciais ao combate à pandemia foi renovada e ampliada
Governo proíbe exportação de agulhas, seringas e diluentes de vacina
Fotos: Divulgação/MS

O governo publicou no Diário Oficial de hoje decreto que inclui agulhas, seringas e diluentes na lista de produtos cuja exportação está proibida em razão da crise sanitária provocada pela pandemia do novo coronavírus.

A alteração ocorreu por meio de edição do decreto que regulamenta a Lei nº 13.993, sancionada em abril de 2020.

No decreto de abril do ano passado, já constavam equipamentos de proteção individual (EPIs), como luvas e máscaras, além de camas hospitalares e ventiladores pulmonares.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO