Governo publica portaria para rever benefício a idosos mesmo após 'bronca' de Bolsonaro

Governo publica portaria para rever benefício a idosos mesmo após bronca de Bolsonaro

Um dia após Jair Bolsonaro dizer que vetaria cortes em auxílios para idosos e pessoas com deficiência, o governo publicou uma portaria com novas regras para avaliação e concessão do BPC, o Benefício de Prestação Continuada, registra a Folha.

O governo planejava rever cerca de 2 milhões de inscritos no BPC com base nas novas regras. A estimativa era começar as avaliações ainda em 2020, cancelar 50 mil benefícios por mês e, com isso, economizar R$ 10 bilhões por ano.

A portaria, assinada por Onyx Lorenzoni e por Leonardo Rolim na última segunda-feira (14), o presidente do INSS, traz alterações na avaliação do benefício, mas não prevê o começo da revisão.

O texto só foi publicado no Diário Oficial na quarta (16) –um dia depois de Bolsonaro vetar mudanças e cortes no BPC e ameaçar de “cartão vermelho” quem propunha congelar o reajuste de aposentadorias.

Leia mais: Gleisi e Bolsonaro do mesmo lado
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 61 comentários
TOPO