ACESSE

Governo se mantém neutro na votação do adiamento das eleições

Telegram

A Câmara, em votação simbólica, acaba de aprovar a admissibilidade da PEC do adiamento das eleições.

O mérito ainda será analisado na sessão que está em andamento.

O deputado federal Vitor Hugo, líder do governo na Câmara, orientou voto “sim” à admissibilidade, mas antecipou que, quanto ao mérito, o governo vai liberar a bancada ou não vai se manifestar.

“Sobre o mérito da questão, não é uma questão que diz respeito ao governo diretamente. É uma decisão que os partidos e o Congresso precisam tomar”, justificou.

Leia mais: Um amigo aconselhou Bolsonaro a renunciar. O presidente resiste. E tem um plano para ir até o fim