ACESSE

Governo segura exoneração de presidente do Incra

Telegram

O Diário Oficial da União publicou nesta sexta-feira a exoneração de três militares que auxiliavam o general João Carlos de Jesus Corrêa no comando do Incra. Mas a saída do próprio Corrêa ainda não foi oficializada, informa Caio Junqueira na Crusoé.

A exoneração dos três funcionários foi feita pelo Ministério da Agricultura. Mas a do presidente do instituto tem de ser determinada pela Presidência da República, o que ainda não aconteceu.

A edição desta semana da Crusoé traz uma denúncia do coronel da reserva Marco Antonio dos Santos, auxiliar de Jesus Corrêa, que afirma que os pedidos não-republicanos do Secretário de Assuntos Fundiários do Ministério da Agricultura, Nabhan Garcia, foram a causa da queda de todos (leia a reportagem aqui, para assinantes).

Leia mais na Crusoé:

Governo segura exoneração do presidente do Incra

A Floresta Amazônica vai virar carvão mesmo? Leia aqui

Comentários

  • CARLOS -

    Mentira, é porque estavam dando terra para o MST.

  • Edelson -

    O general tem razão, E o nabhan r um CORRUPTO.

  • P -

    Nabhan tem apoio de Bolsonaro. Agora, Bolso quer colocar o general numa sinuca de bico e, em vez de demiti-lo, quer forçá-lo a pedir demissão. Conduta típica de Bolsonaro.

Ler 9 comentários