Governo tenta criar clima para Congresso receber PEC da desoneração e CPMF

Governo tenta criar clima para Congresso receber PEC da desoneração e CPMF

O Planalto espera entregar ainda esta semana a segunda parte da reforma tributária. A proposta terá a criação de uma nova CPMF e a desoneração da folha de pagamento como seu eixo central.

As lideranças governistas tentam criar um ambiente favorável ao recebimento da proposta, que sofre forte pressão de Rodrigo Maia.

A entrega da PEC esta semana é considerada estratégica pela articulação política do governo, porque a análise do veto à desoneração da folha está marcada para a semana seguinte.

A expectativa é que a proposta inclua ainda a ampliação da imunidade tributária de igrejas, alcançando a Contribuição Social sobre Lucro Líquido (CSLL), alvo de recente imbróglio entre Jair Bolsonaro e a bancada evangélica.

A PEC da desoneração é o foco da equipe econômica, após Bolsonaro tirar das mãos de Paulo Guedes a criação do Renda Brasil. O ministro e auxiliares, no entanto, se reúnem com o senador Márcio Bittar (MDB) para definir o formato do programa social que substituirá o Bolsa Família.

Leia mais: Combo O Antagonista+ e Crusoé: comece a ler por apenas R$ 1,90
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 39 comentários
TOPO