ACESSE

GRUPO DE TRABALHO REJEITA PRISÃO EM 2ª INSTÂNCIA

Telegram

O grupo de trabalho da Câmara que analisa o pacote anticrime rejeitou, com 7 votos contrários e 6 favoráveis, a prisão após condenação em segunda instância.

A maioria dos deputados considerou que a mudança só pode ser feita por meio de proposta de emenda à Constituição.

Uma PEC sobre o assunto tramita desde o ano passado, mas em fase inicial na CCJ da Câmara, com um longo caminho a percorrer no Legislativo.

Veja como votaram os integrantes do colegiado (sim: a favor da prisão em segunda instância/não: contra a prisão em segunda instância):

Derrota de Moro no Congresso: você precisa se adiantar aos fatos e saber de antemão o que ocorre nos corredores de Brasília. SAIBA MAIS

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 305 comentários