Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Grupo que incendiou estátua de Borba Gato foi criado dias antes do ato, diz organizador

A declaração foi dada por Paulo Roberto da Silva Lima, conhecido como Galo, em depoimento à Polícia Civil; ele foi preso ontem em São Paulo
Grupo que incendiou estátua de Borba Gato foi criado dias antes do ato, diz organizador
Foto: Reprodução

O grupo autointitulado Revolução Periférica, que assumiu ter incendiado a estátua de Borba Gato, em São Paulo, no último sábado (23), foi criado cerca de uma semana antes do episódio.

A declaração foi dada pelo entregador Paulo Roberto da Silva Lima, conhecido como Galo, em depoimento à Polícia Civil. Ele é o líder do grupo e foi preso ontem na capital paulista. Segundo Lima, o Revolução Periférica foi formado “por volta” do último dia 16, para discutir figuras históricas controversas”.

Ele afirmou que o primeiro ato do grupo foi realizado no dia 22 de julho, com a distribuição de panfletos sobre a história de Borba Gato. Lima disse que a ideia de atear fogo na estátua surgiu no dia seguinte, após avaliar que a panfletagem não surtira o efeito desejado.

As reuniões para planejar o incêndio foram realizadas na manhã do próprio sábado. De acordo com ele, participaram das discussões entre 25 e 30 pessoas, mas nem todos aderiram ao ato”.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO