GSI diz que não lhe compete qualquer providência sobre alegações de Flávio Bolsonaro

GSI diz que não lhe compete qualquer providência sobre alegações de Flávio Bolsonaro
Foto: Adriano Machado/Crusoé

O GSI soltou uma nota há pouco para afirmar que “não realizou qualquer ação” em favor de Flávio Bolsonaro em relação às acusações do senador de que estaria sendo vítima de perseguição de um grupo da Corregedoria da Receita Federal do Rio.

No comunicado, o GSI afirmou que foi informado, “de maneira informal”, sobre as suspeitas pelas advogadas Luciana Pires e Juliana Bieerenbach.

“De acordo com as citadas advogadas, tais denúncias foram trazidas ao GSI, em tese, por atingir integrante da família presidencial. Entretanto, à luz do que nos foi apresentado, o que poderia parecer um assunto de segurança institucional, configurou-se como um tema, tratado no âmbito da Corregedoria da Receita Federal, de cunho interno daquele órgão e já judicializado.”

O GSI concluiu, na nota:

“Diante disso, o GSI não realizou qualquer ação decorrente. Entendeu que, dentro das suas atribuições legais, não lhe competia qualquer providência a respeito do tema.”

 

Leia mais: Rachadinha Queiroz-Flávio Bolsonaro: confira as revelações sobre o caso
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 44 comentários
TOPO