Guedes anuncia mais seis secretários

A assessoria de Paulo Guedes anunciou neste sábado novos integrantes da equipe econômica:

Secretário-executivo: Marcelo Guaranys.

Secretário Geral da Fazenda: Waldery Rodrigues Júnior.

Secretário Geral Adjunto da Fazenda: Esteves Colnago.

Secretário Geral de Desburocratização, Gestão e Governo Digital: Paulo Uebel.

Secretário Geral Adjunto de Desburocratização, Gestão e Governo Digital: Gleisson Cardoso Rubin.

Secretário Geral de Produtividade e Competitividade: Carlos da Costa.

Reforma da Previdência, privatizações, Bolsa Família... Saiba o que Bolsonaro deve fazer AQUI

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 39 comentários
  1. Guedes é representante dos bancos. Fez fortuna com especulação e rentismo e agora recebe carta branca para comandar as finanças do país. Bolsonaro foi enganado e nós vamos pagar esse preço.

  2. Esse guedes está carregando seu cavalo de Troia de infiltrados! Por que será, será por quê? E colocando “indicados” do jobim…. não vai prestar! Essa carta branca vai ficar manchada! muito tri

  3. 😠 fazendo o mesmo que fizeram os petistas, entregando ministérios, estatais e que tais, Bolsonaro está entregando de porteira fechada o ministério da economia para os Sionistas, Nova Ordem Mundi

  4. Guedes está criando tantas secretarias que não adiantou nada diminuir o número de ministérios, tudo para dar emprego a seus amigos. Será que Bolsonaro não está vendo todas essas maldades de Gue

  5. Fiquem de olho no Carlos da Costa, a indústria do atraso vai querer comprá-lo pra não abrir o Brasil à modernidade e livre concorrência…Vão alegar que precisam de um tempo (uns 10 anos) 30 foi