ACESSE

Guedes confirma mais duas parcelas do coronavoucher de R$ 600

Telegram

Paulo Guedes acaba de confirmar a prorrogação de duas parcelas do coronavoucher de R$ 600, como antecipamos.

Em cerimônia no Palácio do Planalto, o ministro afirmou que o governo poderá fazer o pagamento das parcelas de forma a cobrir os beneficiados por três meses.

“Os próximos dois, três meses são de uma coluna de social, que saudamos nesse momento estendendo a camada de fraternidade por mais, oficialmente, dois meses de 600 reais. Se tivermos a visão de que [a crise] pode se alongar, podemos pegar os dois pagamentos de 600 e fazer de uma forma que você cubra os três meses. É mais inteligente.”

Ao lado de Davi Alcolumbre e Rodrigo Maia, Guedes afirmou que seu desejo era estender o auxílio emergencial em parcelas decrescentes, de R$ 500, R$ 400 e R$ 300, como antecipado por O Antagonista.

Segundo Guedes, ao final dos três meses, o governo lançaria o Renda Brasil, que unificará programas sociais.

Leia mais: Um amigo aconselhou Bolsonaro a renunciar. O presidente resiste. E tem um plano para ir até o fim

Comentários

  • Flavio -

    PAULO GUEDES KKKKK(COMO FAZ AGORA ELE JUNTO C/DAMARIS E RICARDO SALES)TB MENTIRAO NO SEUS CURRCULOS(vao se demitir tb?)

  • Marco -

    Vamos ver o que o congresso vai decidir. Vão cair nesta lábia? De 2 pagamentos para 3 meses ?

  • Amilcar -

    Paulo Guedes mente, o CORONAVOTO vai até outubro de 2022.

Ler 13 comentários