Guedes escolhe presidente da Dataprev

O ministro da Economia, Paulo Guedes, escolheu finalmente um nome para presidir a Dataprev, estatal de tecnologia e informações da Previdência Social.

Segundo O Antagonista apurou, trata-se da executiva Christiane Almeida Edington, que foi diretora-executiva de Sistemas de Informação da Vivo e hoje integra o conselho de administração da Renner.

Edington tem pós-graduação em Engenharia de Software, MBA em Gestão Empresarial e Governança de TI, dentre outros cursos de especialização.

 

Olavo de Carvalho, o “guru” de bolsonarismo, atacou os generais que compõem o núcleo duro do governo em seu canal do YouTube. Acompanhe aqui!

Temas relacionados:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 26 comentários
    1. O Serpro é que deveria ser incorporado pela Dataprev, basta analisar a situação financeira da empresa e o seu exagerado corpo funcional.

  1. Querem acabar com a previdência para forçar os brasileiros a fazerem um plano de previdência privada. Esse Paulo Guedes é bom mesmo, para quem eu não sei. Para o trabalhador eu sei que não é

    1. João, não existe nenhuma reclamação dos clientes dessa empresa sobre a sua manifestação, o que existe são demandas represadas por falta de mão de obra p/ atender todas as solicitações.

    2. Preocupante. A Dataprev é uma carroça com sérios problemas de consistência de dados. Grande parte da judicialização da demanda previdenciaria decorre dessa precariedade.

  2. Qdo se estuda a história da previdência a gente sabe onde deu início a corrupção no sistema. Essa Dataprev é uma das linhas que não tem a necessidade de existir. Serve como cabide de emprego.

    1. Não existe nenhuma denuncia de fraude via sistemas da Dataprev, o que existe é fraude documental não percebida pela necessária triagem de seus usuários.

    1. A esquerda e a direita empobrecem a classe média, só mudam os métodos. Meu figo é ótimo, bebo muito, só como aqui em casa, cozinhamos muito bem.

    2. Verdade, nos governos petistas as raposas se fartaram mesmo, mas, novos tempos e nova direção. Uma pergunta Luigi, você tem problemas de figado?

    1. Pq a iniciativa privada não tem know how para assumir pesadas demandas de TI para atender 40 milhões de aposentados, pensionistas, seguro saúde, loas e processamento de trabalhadores ativos.

    2. Você acha realmente seguro deixar uma empresa privada processar dados importantes da previdência social?,serio?, já imaginou uma quadrilha de posse dos dados de milhões de previdenciários?

  3. Que bom. Na era PT foi qualquer um. E quem tinha competência caiu fora, pois não ia se submeter a sindicalista apadrinhado! A era PT foi assim. Mérito? Pra quê? Vamos bagunça o País!!!!