ACESSE

Guedes promete "redução drástica" de gastos em 2021

Telegram

Paulo Guedes prometeu na manhã desta quinta-feira que no ano que vem “voltamos à trajetória fiscal e reduziremos drasticamente o gasto”.

A afirmação foi em evento da Fundação Internacional para a Liberdade (FIL). A reportagem é do Estadão.

“Gastamos 10% do PIB em 2020 em programas de assistência na pandemia. O déficit fiscal seria de 1% do PIB neste ano, mas vai chegar a 11% do PIB”, disse.

O ministro da Economia acrescentou que o presidente Bolsonaro “nos dá o suporte para seguirmos com as privatizações e o programa de reformas”. E afirmou: “Perdemos um ano fiscal, mas preservamos vidas e o Brasil irá surpreender o mundo novamente”.

O número de mortes no Brasil por COVID-19 se aproxima de 100 000, o segundo pior do mundo, atrás apenas dos Estados Unidos. Em mortes proporcionais à população, o índice do Brasil é pior do que o de vizinhos como Bolívia, Colômbia e Argentina, segundo dados da Johns Hopkins.

Como publicamos mais cedo, o governo deve enviar ainda este mês ao Congresso o projeto para o Orçamento 2021. Militares pediram R$ 2,5 bilhões a mais para investimentos em caças, lançadores de foguetes e submarinos.

Separadamente, lideranças partidárias discutem no Congresso a possibilidade de usar recursos do chamado Orçamento de Guerra contra a pandemia para turbinar o Pró-Brasil, proposta de programa de obras.

Leia mais: Exclusivo: a casa secreta de Brasília onde ministro conspira contra ministro

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 59 comentários