Guedes: 'talvez por infelicidade', Bolsonaro não deixou claro o problema da saúde

Guedes: talvez por infelicidade, Bolsonaro não deixou claro o problema da saúde
Foto: Adriano Machado/Crusoé

Paulo Guedes disse nesta sexta-feira (5) que, “talvez por infelicidade”, Jair Bolsonaro não deixou claro o “problema” da saúde e da vacinação em massa contra a  Covid-19.

Na véspera, com a sensibilidade habitual, o presidente afirmou ser preciso parar com o que ele chamou de “frescura” e “mimimi” com a pandemia do novo coronavírus, que já matou mais de 260 mil brasileiros. Também disse “vai comprar vacina! Só se for na casa da tua mãe.

Tentando consertar o estrago, o ministro insistiu que, para Bolsonaro, saúde e economia andam juntos. “Essa é a mensagem que, o tempo inteiro, o presidente tem tentado passar também. Que, talvez por infelicidade, não deixou claro o problema da saúde e da vacinação em massa.”

“Mas a agonia dele com a economia é a seguinte: se você der o auxílio e chegar lá e a prateleira estiver vazia, todo mundo com o dinheiro na mão, há inflação, falta de alimentos. Temos que manter os sinais vitais da economia”, acrescentou Guedes.

Virou passador de pano.

Leia mais: Pois é, nada mudou da esquerda para a direita.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO