Guerra é guerra

A Lava Jato vai quebrar o PT.

Os ataques a Sergio Moro, Deltan Dallagnol, Márcio Anselmo e Igor Romário de Paulo decorrem da decisão do Ministério Público de responsabilizar civilmente o partido pelo desfalque na Petrobras.

Segundo o Valor, “o PT insistirá na tese de que só tem conhecimento de doações lícitas, e que se houve o recebimento de recursos desviados da Petrobras, foi por conta de uma ação pessoal, individual, do tesoureiro”.

O secretário Florisvaldo Souza disse:

“O que está havendo é uma tentativa de judicialização da política e criminalização dos partidos. Isso é um ataque à democracia”.

O PT sempre atacou a Lava Jato. A partir de agora, porém, a guerra é declarada.

Faça o primeiro comentário