A Guerra do Paraguai não acabou

Em evento promovido por O Globo, o ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, contou que o governo paga cinco pensões a familiares de militares que lutaram a Guerra do Paraguai.

O conflito se encerrou em 1870, 148 anos atrás.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 39 comentários
  1. E dizem q tem o controle do q acontece no Governo!! As tantas fraudes existentes na previdencia, na receita federal q so pega migalhas de recibos pequenos do contribuinte menos afortunado ja q politico e tantos outros não pagam IR! E cade os valores do ISS q tantas empresas deixam de pagar! Pq ninguém divulga e acompanha! Estado oneficiente e corrupto!!

  2. Bem, acho isso muito estranho. Sou descendente direta do chefe da guarda de honra de D. PedroI qdo do grito do Ipiranga; tenho 2 ascendentes heróis da Guerra do Paraguai (um deles nome de Rua no RJ);sou colateral do letrista do Hino Nacional Brasileiro; meu pai lutou na FEB. E nunca, nunca e nunca sequer ouvi falar em pensão vitalícia!
    Acho que não deveriam existir tais benefícios, porém, uma coisa é certa: muito piores são as bolsas ditadura, inclusive pensão para mulher de Che Guevara.

    1. Boa Patrícia,o brasileiro ainda tem ranço de militares do exército.Os idiótas acreditaram em vagabundos e ainda não aprenderam.POR QUE NÃO FALAM DA FESTA DO BOLSA DITADURA.,ONDE SÓ OS COVARDES ESTÃO RECEBENDO????

  3. Isto já virou folclore dentro do Exército. Se tais pensões existem de fato, houve algum cambalacho. Meu bisvô foi Marechal na guerra do Paraguai e sua pensão foi extinta com a morte de suas filhos lá pelo início dos anos 60. E a pensão que o velho deixou para a viúva era tão micha que consta nos anais do Senado um pedido de aumento visto que a família passava necessidades. Não joguemos tudo na mesma vala. E para quem acusa as ” amasiadas”, se estás assim agem é porque são ignorantes e não sabem que o casamento não retira a pensão. Isso vale não só para as FFAA, mas também para a PMERJ. Os militares que entraram a partir de 2001 não deixam pensões vitalícias, os funcionários federais não deixam desde o governo Collor. Há que se apurar os cambalachos de cabo a r@bo.

  4. Alemao de verdade disse: 30 de janeiro de 2018 às 20:22
    Esperar oque de uma constituiçao escrita por facinoras , exilados , bandidos , ladrões, assaltantes, todos travestidos de politicos serios ,mas na verdade apenas comunista e socialistas da pior especie. Pagamos o preço por uma constituiçao CIDADA, lixo de pais .
    ==============
    TAMBÉM PAGAMOS O PREÇO DE PERTENCERMOS A UM POVO QUE LOTA SEMPRE AS RUAS NO CARNAVAL OU NA FRENTE DE ARENAS, MASS…
    NÃO LOTAM SEMPRE AS RUAS DIANTE DE FATOS AMORAIS E ABSURDOS, ALÉM DE CRIMES COMETIDOS PELOS LADRÕES QUE NOS GOVERNAM

  5. O pior que isso é plausível – imagine, o cara tinha 20 anos, lutou na guerra, a guerra acabou e ele aos 90 gerou uma filha e morreu em seguida … a filha, hoje com 70 anos ainda recebe a pensão!

  6. O Brasil precisa fazer uma grande FAXINA no orçamento de cada pasta, cada órgão, cada estatal!
    Tem muita picaretagem solta por aí! O ralo é muito grande!
    Outra coisa urgente é fazer uma ampla e profunda REFORMA DO ESTADO brasileiro! Precisamos acabar com essa porcaria, essa FÁBRICA DE MALANDROS chamada ESTABILIDADE FUNCIONAL do servidor público! O mundo mudou, isso não agrega mais nada para o país e principalmente para os brasileiros!
    Privatizando estatais, bancos públicos e limpando 50% desses Ministérios improdutivos, CABIDES de EMPREGOS, informatizar todos órgãos públicos, investir em TI, o país poder arrecadar R$ 500 BILHÕES e economizar mais de R$ 200 BILHÕES POR ANO, valor mais do que suficiente para zerar o déficit público!

  7. Depois não sabem para onde escoam o dinheiro dos impostos do brasileiro, isso é um escárnio . Já não chega um monte de esquerdistas caviars que recebem o Bolsa “Ditadura”? Um monte de gente classe média alta levando vantagem do imposto do pobre.Isso que é distribuição de renda do pobre para o abastado. Pior que a esquerda prega o contrário, quanta hipocrisia e incoerência .

  8. Existem senhoras, casadas mas não assumidas, cujos pais lutaram na primeira guerra mundial (1914 a 1918) e que recebem, até hoje, com mais de noventa anos, pensão do governo.

  9. Esperar oque de uma constituiçao escrita por facinoras , exilados , bandidos , ladrões, assaltantes, todos travestidos de politicos serios ,mas na verdade apenas comunista e socialistas da pior especie. Pagamos o preço por uma constituiçao CIDADA, lixo de pais .

    1. Não procede. Os soldados,enquanto servem,recebem salário mínimo.E filhas de militares,casadas ou não,só recebem pensão se já tinham o direito adquirido.Muito mais recebem os anistiados,incluindo uma bisneta de Tiradentes.

  10. Este ministro é um PETISTA enrustido, na aprovação do orçamento de 2017, isso em 2016, ele disse candidamente que o aumento salarial dos funcionários públicos JÁ ESTAVAM NO ORÇAMENTO, e ninguém mandou TIRAR , hoje briga para não pagar , mais vai ser pago por decisão do levandow, grande FDP

  11. Chega de sustentar esses BARNABÉS, que não passam de 1% de toda população brasileira e acham quetemos obrigação de carrega-los eternamente nas costas! disse:

    O Brasil precisa fazer uma verdadeira FAXINA em todos os órgãos públicos, em todas as estatais, Ministérios…. Como esse caso, existem milhares de outros até piores!
    Todo órgão público brasileiro gasta praticamente 90% de toda receita com folha salarial desses BARNABÉS MALANDROS, IMPRODUTIVOS, ARROGANTES e PREPOTENTES(1% de todo o BRASIL!!!), que pensam só porque fizeram um concurso público possuem mais direitos que todo o restante dos brasileiros(99% do povo!), que acham que os pagadores de impostos nasceram para sustenta-los, que acham que dinheiro nasce em árvore, que acham que podem ser aposentar aos 50 anos de idade e com vencimento integral e pelo último salário, enquanto todo restante do país se aposenta pela média salarial e precisa continuar trabalhando p/ sobreviver!

  12. Como nunca acreditei que Brasileiro é capaz de participar de uma guerra e matar alguém , acho que estas pensões devem ser triplicadas! kkk E olhe que sempre tirei 10 em história . kkk Dizem que os soldados brasileiros dizimaram os soldados paraguaios e tem viúva sobrando até hoje no referido País.Falando sério agora, espero que aconteça uma guerra moral em nossa Nação.

  13. Seriam esses cinco classificados em alguma ‘minoria’ da época?, ou membros de algum grupo combatido pela monarquia burguesa-golpista-de direita?? Vão aos infernos todos esses que não têm pudor nem honra. Quem são esses beneficiários??

  14. Direito perpétuo. E que se lasque a atual geração que já contribuiu por 30/35 anos. Estes últimos são os privilegiados por contribuir por tantos anos ao país e terem que trabalhar por mais 10 anos para não quebrar a previdência.

    1. As filhas solteiras de juízes e militares ainda recebem pensões. Quantas são e quanto custam? Mostrem tb as bolsas ditadura do FHC. Quanto nos custam?

  15. Isso só existe porque tem alguém praticando CORRUPÇÃO dentro desses órgãos públicos!
    Isso é caso para o MPF, TCU e para a PF!
    Porém, como essa gente não quer saber de controle de gastos, não quer saber de cortar despesas, pensa que dinheiro nasce em árvore e que o pagador de impostos no Brasil nasceu para carrega-los eternamente, é certo que ninguém será punido!

  16. Considerando todo universo das estatais, autarquias, universidades, ministérios, funcionalismo, fundações (não produzem um prego) e demais cabides de emprego existentes (3 poderes-3 instâncias), somados à malversação, corrupção, descontrole, relaxo, má vontade, e adicionados os demais penduricalhos agregados a todos estes: Qual o tamanho da economia ou desperdício em bilhões/ano?
    Entendeu Meirelles , Dyogo, Mansueto, Caetano e curriola de plantão de onde vem o rombo ou precisa desenhar. Não queremos e não aceitamos mais carregar nas costas esse peso mastodôntico, ineficiente, corrupto, parasitário do funcionalismo em todas suas instâncias.