Guido ainda é ministro?

A tolerância com Aldemir Bendine, braço-direito de Guido Mantega, só não causa mais indignação do que ter Paulo Caffarelli, braço-esquerdo de Guido Mantega, na presidência do Banco do Brasil.

O que dizer então de Luís Inácio Adams e Valdir Moysés Simão no conselho da Brasilprev, que até pouco tempo também abrigava Paulo Okamotto? Isso para ficar nos petistas mais conhecidos. Há outros, muitos outros.

Faça o primeiro comentário