Guido Mantega integrava esquema que enganava a Receita Federal

A Odebrecht usou offshores para pagar a maior parte dos 100 milhões de reais ao PT, relata O Globo.

Os executivos contaram à Lava Jato que empresas de importação e exportação superfaturavam a avaliação de bens adquiridos no exterior para as operações da empreiteira — avaliação necessária para a devida tributação. Assim, a Odebrecht enviava dinheiro a mais para fora. Essa diferença era transferida para as offshores responsáveis por pagar os acordos negociados por Guido Mantega.

É um espanto: o ministro da Fazenda do PT integrava o esquema que enganava a Receita Federal.

Faça o primeiro comentário