ACESSE

Há 'fortes indícios' de que Baldy usou esposa e sogro para lavar dinheiro, diz Bretas

Telegram

Existem “fortes indícios de que Alexandre Baldy tenha se utilizado do seu núcleo familiar (mulher e sogro)” para lavar dinheiro, segundo o juiz Marcelo Bretas, que mandou prender o secretário de Transportes de São Paulo hoje. Esses indícios foram apontados por relatório do Coaf citados pela decisão do magistrado que autorizou a deflagração da Operação Dardanários.

De acordo com a decisão, Baldy fez grandes movimentações de dinheiro entre 2012 e 2017, “sem motivação aparente”, usando os nomes da mulher Luana e do sogro, Marcelo Liimírio Gonçalves, fundador do laboratório Neo Química, vendido pra a Hypermarcas.por R$ 1,3 bilhão em 2009, que já foi notícia por suas ligações com Carlinhos Cachoeira.

Entre as movimentações suspeitas apontadas por Bretas, está a compra de R$ 1,1 milhão em moeda estrangeira em julho e outubro de 2017. Ou a compra de um avião Breech Aircraft, junto com a esposa, Luana, “por meio de operações suspeitas de empréstimo”.

Bretas cita ainda a compra de uma casa em Brasília por R$ 7,6 milhões. O imóvel, de acordo com o juiz, não consta da declaração de renda de Baldy ou da mulher. Ainda assim, ele declarou R$ 4 milhões em bens e valores à Receita, disse o magistrado.

“Parece mesmo que o investigado Alexandre Baldy adotou a pratica habitual de cometimento de vários ilícitos penais ao longo dos seguidos cargos públicos que ocupou. E ver que o MPF relata a ocorrência das condutas delituosas de 2014 a 2018, sendo que nesse mesmo período, Baldy foi secretário do Governo de Goiás, Deputado Federal, Ministro das Cidades, e atualmente e Secretario dos Transportes Metropolitanos de São Paulo”, escreveu Bretas, na decisão.

Leia mais: Combo O Antagonista+ e Crusoé: comece a ler por apenas R$ 1,90/mês

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 9 comentários