ACESSE

"Há municípios que não têm mulheres com aptidão e vontade de entrar na política"

Telegram

O senador Angelo Coronel, do PSD da Bahia, como noticiamos ontem em primeira mão, apresentou um projeto para acabar com a cota feminina na política.

Hoje, ele reforçou que sua proposta pode evitar candidaturas laranjas, como as que o PSL está tendo que explicar.

“Sim, é uma forma de evitar as candidaturas laranjas. Há municípios que não têm mulheres com aptidão e vontade de entrar na política. E o partido é obrigado a persuadir essas mulheres para fazer parte de uma chapa.”

Ele ilustrou:

“Atualmente, se você faz uma chapa para vereador com 11 candidatos em um município, você é obrigado a ter três mulheres. E se você não coloca as três mulheres e elege, vamos supor, cinco ou seis vereadores, essa chapa inteira cai. Ou seja, a chapa é anulada e os eleitos não tomarão posse, porque não se completou a cota de 30% das mulheres.”

E ponderou:

“Quero ressaltar que o inverso também se aplica: caso a chapa fosse predominantemente preenchida por mulheres, teríamos que ter 30% de homens.”

Bolsonaro Tem Até 29/3 Para Salvar a Sua Aposentadoria. SAIBA MAIS

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 38 comentários