Há seis meses, Mandetta anunciava pandemia: "Não será um passeio no parque"

Há exatos seis meses, em 11 de março de 2020, o então ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, alertava o Brasil para o que ele chamou de “guerra” contra o novo coronavírus.

Era, oficialmente, o início da pandemia no país.

Em uma reunião a portas fechadas no Congresso, no início da noite, com outros ministros e lideranças partidárias, Mandetta mudou o tom que estava adotando até então e falou com clareza que a situação era muito séria.

“Não será um passeio no parque. Vai separar homem de menino, vai ser enfrentamento. Nós vamos ter que estar muito próximos, muito unidos”, disse.

Leia mais: Sócios no desastre: a responsabilidade dos governadores na pandemia. Clique aqui para ler mais
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 63 comentários
TOPO