Haddad lê cartinha de Lula

Depois do registro no TSE, Fernando Haddad, o poste que assumirá a candidatura de Lula à Presidência, leu do carro de som para os manifestantes reunidos uma carta do presidiário.

“Registrei hoje a minha candidatura. A partir dessa aprovação do meu nome, passei a ter o direito de disputar as eleições”, diz Lula, que se acha acima da Lei da Ficha Limpa.

Na tal carta, o hóspede da PF em Curitiba volta a dizer que Sergio Moro tomou uma “decisão política” ao condená-lo e fala em “falta de provas”. Ou seja, o mesmo blá-blá-blá de sempre.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 16 comentários
  1. O Antagonista equivoca-se ao dizer: “Depois do registro no TSE, Fernando Haddad, …”. Não houve registro, ainda, porém PEDIDO DE REGISTRO; passível, portanto, de indeferimento. Art.11, Lei 9.504/1997

  2. O Antagonista equivoca-se ao dizer: “Depois do registro no TSE, Fernando Haddad, …”. Não houve registro, ainda, porém PEDIDO DE REGISTRO; passível, portanto, de indeferimento.Art. 11, Lei 9.504/97.

  3. Ei, Lula, vai chupar um caju. Essa palhaçada toda já deu, né? TSE, vê se resolve isso aí logo. Estamos todos pela tampa com esse teatro de absurdos do PT e do malandrão chefe condenado.

  4. ORCRIM lulopetista ridicula!! Qualquer criança acima de dez anos pode concluir que aquela escória ajuntada em Brasilia para acompanhar o registro do ladrão não era povo, mas seguidores de uma seita!!

    1. Correto, ChrisP/SP! O Antagonista equivoca-se ao dizer: “Depois do registro no TSE, Fernando Haddad, …”. Não houve registro, ainda, porém PEDIDO DE REGISTRO; passível, portanto, de indeferimento.

  5. A mídia continua a dar muita atenção e espaço a este l.ixo de pessoa que se julga intocável!!! O TSE impugnará e acabará o assunto do hóspede da PF! Chega de mi, mi, mi… foco total no 17!!!