Haddad multado por impulsionar conteúdo negativo sobre Bolsonaro

Edson Fachin multou Fernando Haddad em R$ 176,5 mil por pagar ao Google para promover um site negativo sobre Jair Bolsonaro na campanha eleitoral.

O ministro do TSE levou em conta regra da lei que só permite o impulsionamento de conteúdos para beneficiar candidaturas ou partidos.

No processo, Haddad negou ser responsável pelo site, mas o Google confirmou pagamento de R$ 88,2 mil pela campanha petista para que o endereço aparecesse no primeiro resultado da busca pelo nome de Jair Bolsonaro.

Comentários

  • Polistyca -

    O Bostadd? O po.rralouca da USP?

  • Edi -

    vcs precisam urgente achar outro Cristo... chega de Judas malhando nosso presidente. Somos 💯 BOLSONARO 🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷

  • TrHuMpH -

    Faz um tempão que não vejo mais propaganda da Caixa, BB, Petrobrás e outras do governo nas TVs. A Caixa tinha pelo menos 5 minutos de publicidade no Em Pauta. Não há mais nada.

Ler 84 comentários