Haddad não vai a ato do "Direitos Já" contra Bolsonaro

Fernando Haddad e as principais lideranças do PT não compareceram ao ato de lançamento do movimento “Direitos Já”, ontem à noite, no Tuca, em São Paulo, registra o Estadão.

O grupo reúne representantes de vários partidos, da esquerda à centro-direita, e se posiciona contra o governo de Jair Bolsonaro.

O poste de Lula havia confirmado presença, mas não foi. Aloizio Mercadante, que esteve presente em um outro encontro do Direitos Já, desta vez não compareceu. A única liderança petista no evento era Eduardo Suplicy.

Entre os presentes, estavam Ciro Gomes, Flávio Dino, Marta Suplicy, Márcio França, Paulinho da Força e dirigentes de partidos como PV, Rede e Cidadania.

FHC, Gilberto Kassab e Antonio Anastasia gravaram vídeos que foram exibidos durante a reunião.

Comentários

  • Paiva -

    Só Gente Boa kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk faltam combinarem com o Povo , Babacas.

  • Geraldo -

    Não tem como Bolsonaro liberar "roubar já " , para os corruptos voltar a ter direito de roubar vão ter que ganhar eleições!

  • Alex -

    O bolsonaro tomou o poder pela força, ou tivemos eleições livres???.acho que dormi por 5 anos e acabei de acordar!!

Ler 53 comentários