Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Hang diz que não sabia que TSE veda impulsionar postagens em defesa de políticos

O empresário admitiu que, em 2018, fez uma publicação em defesa de Jair Bolsonaro durante a campanha eleitoral e foi punido pelo TSE
Hang diz que não sabia que TSE veda impulsionar postagens em defesa de políticos
Foto: Leopoldo Silva/Agência Senado

O empresário Luciano Hang afirmou, em depoimento à CPI, que, em 2018, não sabia que a legislação eleitoral vedava o impulsionamento de publicações políticas no Facebook em meio à campanha presidencial.

Questionado pelo relator, Renan Calheiros, sobre uma postagem feita em 17 de agosto de 2018 a favor de Jair Bolsonaro, Hang disse que foi advertido pelo TSE na ocasião e teve que pagar multa. Desde então, segundo ele, a empresa passou a ter mais cuidado.

Eu fiz a postagem, fui advertido pelo TSE, tiramos a postagem do ar e pagamos a multa por isso. Eu não sabia que não podia impulsionar algo político no dia 17 de agosto. A eleição era em outubro, sinceramente, não sabia. Dali em diante cuidamos com todo o zelo para que nada fosse feito de errado.”

Como mostramos, Hang negou que tenha patrocinado disparos de mensagens de Whatsapp durante a campanha. O empresário disse que nem sabe como eles funcionam.

“Quando fizeram a entrevista comigo, eu disse que nem sabia o que era isso. Eu sou chamado de ‘véio da Havan’ porque realmente tem certas coisas que eu não sei. O cara me pega, sabendo que era mentira, e faz a fake news.”

Mais notícias
TOPO