Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Hang: "Não aceito qualquer desrespeito à memória da minha mãe"

O presidente da CPI, Omar Aziz, disse que foi o empresário quem trouxe o caso de sua genitora ao debate sobre o tal tratamento precoce
Hang: “Não aceito qualquer desrespeito à memória da minha mãe”
Foto: Leopoldo Silva/Agência Senado

Em seu discurso inicial na CPI da Covid, Luciano Hang se solidarizou com as vítimas da Covid.

O empresário afirmou que perdeu muitos amigos e a mãe para a doença.

“Perdi a minha mãe para essa terrível doença.”

Ele acrescentou:

“Imagine como é duro para mim ver a morte da minha mãe sendo usada politicamente, de forma tão vil, baixa e desrespeitosa. Por isso, não aceito qualquer desrespeito à memória da minha mãe. Tenho a consciência tranquila de que, como filho, sempre fiz o melhor por ela.”

Ontem, na CPI, a advogada Bruna Morato disse que a Prevent Senior retirou a menção à Covid da declaração de óbito de Regina Hang, contrariando orientação do Ministério da Saúde. Bruna também afirmou que a mãe de Hang tomou “kit-Covid”.

O presidente da CPI, senador Omar Aziz (PSD), quis ponderar:

“O senhor é quem trouxe o debate, nas redes sociais, falando que, se a sua mãe tivesse usado o tratamento precoce, ela teria sido salva. Não fomos nós que trouxemos a sua genitora para o debate.”

Hang afirmou que “gentileza gera gentileza” e disse aos senadores que “podemos fazer hoje aqui a melhor sessão da CPI da Covid”.

Assista:

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....