Hélio Lopes gastou R$ 44 mil de dinheiro público para espalhar outdoors seus pelo Rio

O deputado Hélio Lopes, conhecido como Hélio Negão — ele está sempre no Palácio do Planalto servindo de “papagaio de pirata” em discursos de Jair Bolsonaro –, recorreu à cota parlamentar para divulgar seu primeiro ano de mandato.

Com base nas informações públicas no site da Câmara, o parlamentar gastou R$ 44 mil de dinheiro público (nota fiscal abaixo) para espalhar 20 outdoors pela Baixada Fluminense e outras regiões do Rio.

Se você, carioca, esbarrar em algum deles por aí, saiba: foi você quem pagou.

O Antagonista confirmou a prestação dos serviços com uma das sócias da microempresa contratada — a empresa foi criada em 2018 e fica em Duque de Caxias.

O deputado admitiu os gastos e disse que não vê nada demais — os gastos com divulgação da atividade parlamentar estão previstos nas normas em vigor. Ele argumentou que, em 2019, “sobrou bastante coisa” da cota parlamentar e ele “deixou para gastar no final do ano”. Segundo ele, os outdoors não eram para “autopromoção”, mas, sim, para “prestar contas” das emendas que conseguiu.

“Se eu quisesse me autopromover, eu viria a candidato a prefeito do Rio de Janeiro. Foi só uma forma de informar [sobre o que fez durante o mandato].”

No período da pandemia da Covid-19 no Brasil, a partir de março, Hélio Negão já gastou R$ 16,8 mil do cotão para aluguel de carros — e olhe que, pelo menos em Brasília, ele costuma pegar carona nos carros oficiais da Presidência da República.

Leia também: Por que Bolsonaro quer a PF do Rio? (a tentativa 'escandalosa')
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 115 comentários
TOPO