Hello, Val Marchiori no Jornal Nacional

Aldemir “Val Marchiori” Bendine deu entrevista exclusiva ao Jornal Nacional. Ele disse o seguinte:

a) Para avaliar a baixa contábil nos ativos da Petrobras, está-se discutindo qual a “métrica” a ser utilizada. Sugerimos a contabilidade criativa de Guido Mantega

b) A dívida da empresa, de mais de 221 bilhões, não é tão grande. (É desnorteante.)

c) Tem total autonomia para presidir a empresa, sem interferências políticas. “Hello, dá para segurar o riso?”

d) A total irregularidade do empréstimo de 2,7 milhões de reais dado pelo BB à sua “amiga” é uma “denúncia vazia”. “Ai, Bebê, brigada…”

O Antagonista confessa que teve dificuldade em prestar atenção às palavras de Aldemir “Val Marchiori” Bendine, porque estávamos concentrados no broche de Nossa Senhora Aparecida usado por ele na lapela esquerda e no da Petrobras na direita. Também foi quase impossível desviar os olhos do relojão de ouro que exibia no pulso. Foi presente da “amiga”?

“O Antagonista é um saco. A verdade é

que eu arrasei na entrevista ao JN”

Faça o primeiro comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200